GuidePedia

Prodígio - R.A.P (Retaliações Antes da Paz) | Download Mp3
Artista: Prodígio
Título: R.A.P (Retaliações Antes da Paz)
Hip-Hop | 00:03:39 | 4,92MB | 2o18
Baixar | MP3





DOWNLOAD MP3: Prodígio - R.A.P (Retaliações Antes da Paz)


LETRA

[Intro]

O único compromisso que um homem tem na vida é com a sua família, o seu trabalho, os seus valores e os seus objectivos. Eu não faço parte de nenhuma escola de rap, nem nova nem velha
Se tiver de depender da vossa aceitação, eu não vos fiz nenhuma proposta, eu só estou aqui para ser honesto com os meus

[Verso 1]

Quase 20 anos nisto e os manos ainda duvidam
Os mesmos que criticam são os que mais cobiçam
Eu me apaixonei pelo rap aos 10 anos de idade
Num bairro onde os manos roubavam, por necessidade
Deitado na minha cama com os fones a arder
No quarto ao lado o meu irmão batia na mulher que me dava de comer
Começou a fazer sentido, eu me sentia hip hop
Sonhava com uma casa grande e um grande bot
Começou a revolução, eu pensava que era destino
Mas quando mais precisei vocês me deixaram sozinho
Onde é que 'tavas quando o NG foi preso por engano
Onde é que 'tavas tu quando o Toni cumpriu 10 anos
Porque é que não ficaste lá comigo na miséria
Quem é que salva o puto quando a revolução vai de férias?
A pouca esperança que eu tinha depositei em vocês
Até ir à Sony e perceber que vocês só vendem CD's

[Refrão]

Não, não, não me digam como me sentir
Não, não me peçam para vos mentir
Não, mas o que vocês esperam de mim
Não, não sou perfeito, eu sou mesmo assim
Não finjo ser aquilo que eu não sou
Eu vim debaixo com os meus bros
Mas hoje eu vivo desse show
Ma nigga o Rap me salvou

[Verso 2]

Eu fui apedrejado por vocês por ser sincero e honesto
Mas Deus disse "vem até mim, como tu és eu aceito"
Quem são vocês para me julgar? Me chamar de wannabe?
Quando eu só queria que a Rosa se orgulhasse de mim
Eu só queria que o Bruninho tivesse o que comer
E mesmo depois de verem a D. Tina falecer
Nos apedrejaram mais, nos odiaram mais
A cota me disse que é mesmo com guerra que se faz paz
Então eu vim para a guerra pé no pescoço
Vocês são cartas, eu sou um carteiro com um baralho no dorso
Eu contra todos vocês, embora a rua got me
Querem revolução façam como o K ou o Luaty
Me venderam gato por lebre e eu quero a devolução
Em 2017 os manos ainda vendem revolução
É melhor irem para a política, esqueçam os MC's
Da forma que falam de Angola tipo que África só tem um país
Não, não me peçam para vos mentir
Não, mas o que vocês esperam de mim
Não, não sou perfeito, eu sou mesmo assim
Não finjo ser aquilo que eu não sou
Ma nigga o Rap me salvou

 
Top